segunda-feira, 30 de maio de 2011

Por que duas línguas? - Why writing in two languages?

Normalmente essa postagem estaria no "Sobre o autor", mas eu acho que merece uma postagem normal, tem mais coisa que eu quero comentar.
Quando comecei a pensar em escrever um blog, a decisão de escrever em dois idiomas foi quase que automática. Aí vão alguns motivos:
  • Continuo treinando meu inglês. Já faz muito tempo que terminei meu cuso de inglês, e não queria perder tudo o que aprendi como vi com vários conhecidos que estudaram inglês, não usaram a língua e agora afirmam ter esquecido tudo. Foram seis anos estudando, pagando mensalidade, só pra esquecer quase tudo depois? Desperdício.
  •  Mais leitores. 80% da Internet é em inglês. Fazer um blog só em português diminui meu público (esse é o motivo mais egoísta, hehe)
  • É um exercício de capacidade. De certa forma, escrever em dois idiomas é um desafio que coloquei para mim mesmo. Se consigo fazer isso, então consigo fazer muitas outras coisas.
Mas um motivo que descobri recentemente é que o bilingualismo é bom pra sua saúde neural. Não entendeu? Tente ler essa entrevista da neurocientista Ellen Bialystok para o The New York Times. Os quase 40 anos de pesquisa dela mostram que usar dois idiomas regularmente melhora o desenvolvimento do cérebro. Um bilíngue consegue lidar com mais coisas a fazer ao mesmo tempo, tem melhoras nas capaciades cognitivas e costuma adiar em até 5 anos os sintomas da doença de Alzheimer (isso muito me interessa, já que tenho gente na família com Alzheimer. Posso ser o próximo, então porque não adiar?). Como a dra. Bialystok resumiu bem, ser bilíngue "fortalece o cérebro. É exercício neural.".

Normally this would be on one of the "About the author" pages, but I want to mention something else I have just found out.
When I first had the idea of writing a blog, the decision to write in two languages was one of the first to be taken. Some reasons why:
  • I keep training my English. I haven't taken any more English classes for quite a long time. I've have already seen some people who studied a second language but didn't care to use it afterwards. They forgot most of it and now are mostly monolingual. I spend six years taking private English cla$$e$, so forgetting everything would be such a wa$ste of time.
  • More readers. English accounts for 80% of the content around the web. Using only Portuguese would impose a limit on my potential public. (Yep, that's a very egoistical reason, hehe)
  • It is a kind of personal challenge. If I can write a blog using two languages, then what can't I do?
But a recently found motivation is that bilingualism is good for your brain. Can't get it? Try reading this interview with neuroscientist Ellen Bialystok to The New York Times. After spending almost 40 years researching the subject, she came to the conclusion that regularly using two languages strengthens your brain. A bilingual person is better at multitasking, has better cognitive abilities and may delay Alzheimer's disease symptoms up five years on average (the latter can actually help me the most: I have a relative with Alzheimer's, so maybe I will be the next. Why not delaying it if I can?) As Dr. Bialystok nicely puts it, bilingualism "makes the brain stronger. It is brain exercise."

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Incontrolável - Unstoppable

Divulgação/20th Century Fox
Direção: / Directed by Tony Scott
Produção: / Produced by Tony Scott, Ridley Scott, Mimi Rogers et al.
Roteiro: / Written by Mark Bomback
Elenco: / Starring: Denzel Washington, Chris Pine, Rosario Dawson
Distribuição: / Distributed by 20th Century Fox
Ano: / Year: 2010

sábado, 21 de maio de 2011

Parada do Orgulho Louco - Mad Pride Parade


II Parada do Orgulho Louco
CC BY 2.0 alfred.m

O tarado do FMI - IMF's perv

Imagine a seguinte situação: você está num hotel de luxo em Nova York, tomando seu relaxante banho, quando a camareira vem arrumar seu quarto. O que você faz?

Introdução - Introduction

Toca do Jaguadarte, porque esse nome? Simplesmente não sei. Não tenho garra que agarra, muito menos bocarra que urra (se bem que já me falaram que eu já urrei, mas isso não vem ao caso). Essa é apenas uma experiência como escritor amador. Pretendo escrever coisas que penso, algumas opiniões, preferências e talvez mais alguma coisa.

Jabberwock's cave. Why have I chosen this name? I really don't know. I have no jaws that bite, no claws that catch (but some people have already told me that I bite way too much, but that's not important now). This is just an experience as an amateur writer. I wish to write about some of my thoughts, share some opinions, preferences, and maybe something else.